Biscoito de Vento ou de Sódio?

polvilho

Você consome habitualmente biscoito de polvilho? Oferece ao seu filho no lanche escolar?  Pois então fique atenta ao que aponta um estudo divulgado pela ANVISA: um pacote de biscoito de polvilho de 100 gramas (g) possui, em média, mais da metade de toda a quantidade de sódio que uma pessoa deve consumir durante todo o dia.

A quantidade de sódio nos biscoitos de polvilho foi de 1.092 miligramas (mg) de sódio para cada 100g do produto. Outro produto que apresentou um alto teor de sódio foi o hambúrguer bovino: na média 701 mg de sódio para cada 100g de produto. Isso significa que um hambúrguer, com cerca de 80g, é responsável por mais de ¼ do total de sódio que uma pessoa deve consumir durante todo o dia.

O consumo excessivo deste nutriente é considerado um fator de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, como a hipertensão e doenças cardiovasculares. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o consumo máximo de 2.000 mg de sódio por dia, o que equivale a 5g de sal, aproximadamente uma colher de chá de sal (lembrando que 40% do sal é composto de sódio, ou seja, em 1g de sal há 400mg de sódio).

Atenção nos Rótulos e Marcas

O estudo da ANVISA também analisou os teores de sódio nos queijos: minas frescal, minas padrão, muçarela, parmesão, parmesão ralado, petit suisse, queijo prato e ricota.

A média de sódio no parmesão foi de 1402mg a cada 100g de produto. No caso do parmesão ralado, esse valor sobe para 1981 mg. Valores muito superiores à média de sódio nos demais tipo de queijo analisados.

Outro ponto avaliado pela pesquisa foi a variação do teor de sódio entre as diversas marcas de um mesmo alimento. Neste quesito, os queijos minas frescal, parmesão e a ricota fresca lideraram a lista. No caso do queijo minas frescal, a quantidade de sódio encontrado pode variar mais de 14 vezes de marca para marca. Já no queijo parmesão, essa diferença chega a 13,7 e na ricota fresca a 10,5.

O pão de queijo pronto para o consumo é outro produto que apresenta grande diferença na quantidade de sódio entre as diferentes marcas. Para este produto, essa variação é de quase oito vezes.

De acordo com o diretor da ANVISA, essa variação na quantidade de sódio entre as diversas marcas reafirma a necessidade dos consumidores em observarem os rótulos dos alimentos industrializados.

Diferença do teor de sódio entre os alimentos analisados em mg/100g

Alimentos Média Maior valor Menor valor Diferença
queijo parmesão ralado 1981 2976 1100 2,7
macarrão instantâneo 1798 2160 1435 1.5
queijo parmesão 1402 3052 223 13,7
mortadela 1303 1480 1063 1,4
mortadela de frango 1232 1520 943 1,6
maionese 1096 1504 683 2.2
biscoito de polvilho 1092 1398 427 3,3
bebida láctea 92,7 114,7 73 1.6
salgadinho de Milho 779 1395 395 3,5
biscoito água e sal 741 1272 572 2.2
biscoito cream cracker 735 1130 437 2.6
hamburguer bovino 701 1120 134 8,4
batata frita ondulada 624 832 447 1,9
pão de queijo congelado 582 782 367 2,1
queijo muçarela 577 1068 309 3.5
queijo prato 571 986 326 3.0
pão de queijo 558 830 105 7,9
queijo minas padrão 546 673 290 2,3
queijo minas frescal 505 1819 126 14,4
batata palha 472 719 250 2,9
biscoito de amido de milho 369 477 240 2.0
biscoito recheado 288 650 130 5.0
ricota fresca 191 432 41 10.5
farinha láctea 106 170 20 8,5
queijo petit suisse 45 62 38 1,6
refrigerante de guaraná de baixa caloria 12 17 7 2,4

Como identificar se um alimento é rico em sódio?

Se a quantidade de sódio for superior a 400mg em 100g do alimento, este é considerado um alimento rico em sódio, sendo prejudicial à saúde, devendo ser evitado.

Orientação

Além de observar o rótulo dos alimentos industrializados, experimente os alimentos antes de adicionar mais sal, realize a diminuição gradativa do sal nas preparações alimentares, consuma mais alimentos frescos como frutas e  hortaliças que são pobres em sódio, retire o saleiro da mesa e utilize outros temperos naturais como ervas aromáticas, alho, cebola, pimenta, limão, vinagre e azeite para temperar e valorizar o sabor natural dos alimentos.

As papilas gustativas presentes na nossa boca, que identificam o gosto salgado, demoram cerca de 3 meses para se adaptar á uma dieta reduzida em sal. Por isso, é questão de tempo o costume à uma dieta mais saudável e pobre em sódio.

Aprenda aqui uma receita de Sal de Ervas

Sal De Ervas

10g de alecrim*
25g de manjericão*
15g de orégano*
10g de salsinha*
100g de sal marinho

*Quantidades relativas ao peso das embalagens da erva seca disponíveis no mercado.

Preparo:
Bater os ingredientes no liquidificador. Guardar em pote de vidro bem fechado. Usar no lugar do sal comum.

Fonte: Anvisa – http://portal.anvisa.gov.br/wps/content/anvisa+portal/anvisa/sala+de+imprensa/menu+-+noticias+anos/2012+noticias/biscoito+de+polvilho+apresenta+grande+quantidade+de+sodio

 [author] [author_image timthumb=’on’]http://saudeempeso.com.br/wp-content/uploads/DSC_5064.jpg[/author_image] [author_info]Por Mariana Cordeiro – Nutrição[/author_info] [/author]

Créditos: Image courtesy of Fritz